Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Ordinary Days XX

Repensar 
o cotidiano, 
os dias comuns, 
é preciso, 
se for
assim podemos
ver
melhor,
sentir melhor
tudo que fazemos,
ou talvez 
a falta de sentido...
de que fazemos.

...
O mundo anda,
com ele nós,
o mundo
fazendo, 
acontecendo,
muitos
pensam o 
que é certo
fazemos também.
O pensar é
preciso, 
necessário.
por isso 
nos humanos,
nossa espécie 
não é apenas 
o maior e
mais ricos 
primata, 
e o
que tem
o maior número de neurônios 
no córtex cerebral de maior
que
qualquer animal, 
graças a isso somos
capaz de criar, 
transmitir culturalmente 
e acumular tecnologias 
e conhecimento 
por isso
somos
um
potência cognitiva
Não basta achar que
devemos vencer sempre..
Isso nos ensina 
a humildade,
e a humildade 
é sempre imbatível.
e a
humildade 
fala da consciência
e que somos efêmeros 
como o vento.
E tudo
efêmero 
pode-se 
perceber a dádiva 
que é respirar.
Há um modo misterioso,
como é a vida,
se você
está disposto a ouvi-la.
Há um número 
enorme de pessoas
que se levantam pela manhã,
são assim
como 
carregam um 
corpo 
que não é seu.
Aprendemos que a vida
não é 
necessariamente bela
que tentar negar isso
é 
uma forma de 
permanecer na fantasia.
Soa frágil e falso 
não conceber assim
a vida.
No fundo em nossa alma
habitam ideias 
que
se mantêm 
em silêncio

muitas vezes 
vem ou
surgem 
na superfície
mostrando 
o ridículo que é
a batalha diária
achar que n]ao é assim.
Muitos 
dos mulheres
e homens
que
não suportam 
o choro,
o sofrimento,
no fundo 
na alma 
não sentem 
amor ao próximo,
sentem nos outros
apenas 
o incômodo 
ou
pequenos intrusos 
em suas vidas.
Quantos homens 
sentem sufocados 
diante
da certeza de que 
não vivem a vida
de amor, 
de afeto 
e assim
sem desejo,
mas tudo 
suportam. 
Quantos sofrem 
por se sentir
indiferentes 
com o seu destino
e que o amor 
seria o caminho
certo,
mas não
conseguem
ir
além.
Sem amor estamos sem a 
mais bela herança.
entre as funções da civilização.
Sem amar estão 
na tentativa de calar..
ideias más, 
criando ritos, 
rituais, 
festas
para celebrar 
a frágil vitória
destas criaturas 
deformadas, 
atormentadas 
pelo
completo 
desinteresse 
pela vida.
A verdade 
é que não há 
como civilizá-las,
a não ser ensiná-las 
que elas sem amor
não têm lugar no mundo 
dos humanos
e que, por isso, 
devem sucumbir
à rotina da 
infelicidade da vida.