Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 30 de abril de 2017

Wishes XX

...
Se,
leio teus 
sonhos
sou uma.. testemunha involuntária...
do teu 
tempo...
do seu jeito....
escrever assim 
que cada um 
despeja desejos,
cria amores,
e
abandonos,
em estranhos 
jogos,
de memória,
cogito
sonhos 
interminavelmente,
derramo 
sobre o papel
alusões 
inequívocas
do meu 
pensamento
olho e imagino
vc na tela
ou na tela
que estudo,
reflito,
mãos..escrevem algo que
que movem em
direção a sua mente
se,
torna-se real
alams que se encontram
e lábios, que
que dizem
não, ou sim
dizem sim,
assim...
sou eu
assim 
somos nós.

Perfume de Mulher

Perfume é uma forma de sedução,
acabar 
de sair do 
banho, saudável,
depilada, 
esfoliada, descansada
pronta 
para encarar 
algo..
excitante...
perfumada..
é um.
sex appeal..
a mulher..
que  faz isso..
Claro que o 
momento 
depende
não apenas do 
perfume,
mas 
também 
da 
pessoa que o usa. 

Sabor Intenso.


Este é o meu 
néctar preferido
num mundo 
qualquer,
em alguma 
bolha 
de eternidade,
sem tempo 
nem hora 
marcada,
sem 
compromisso
nem registro 
em cartório,
sem alianças, sem assinaturas
ou preocupações,
desimpedimento 
absoluto.
É ter apenas 
um tempo...
Pronto,
sabor intenso.

Meekness

RIVER
...
E
é
a mansidão..
a
beleza bucólica...
lugar poético
me guiou aqui..
E as ideias que vinham a mente
E para os sonhos..
a água que
desliza sobre as pedras..
Tudo é oposto a cidade,
é estar "apenas"
junto a mansidão do rio...

Gosto de estar aqui,
Senti sentado 
ao lado 
do curso
da água..
lembrando de tudo...
lugares sempre 
familiares, 
que tudo passou,
aqui estive
anos atrás,
nada parece 
testemunhar
que o tempo passou
solitário..
com
este sentimento,
já basta. 

A Letter, Mysterious Ways

...
Misteriosas maneiras...
Misteriosos caminhos...
Sem 
Saber 
por onde andas,
Secretamente queria
saber..
Por que mesmo partiu...
Saber com quem ficou.
Eu não sinto culpa. 
E há tempos 
o destino 
nos deixou..
Sem saber 
toda verdade..
dos teus olhos 
que não me olharam,
na despedida...
Não os vi...
cheios de lágrimas
e pela última vez,
partiu
da minha vida 
é isso mesmo,
quem sabe um dia

saberei
de
tudo que passou  
se perdeu.
Acredito 
que nada 
é nada
que és a 
Mulher que
não pediu perdão...
Sei que um dia vamos 
nos
encontrar,
cruzar
pelo caminhos misteriosos,
sem nada mais
para oferecer,,.
sem nada a dizer,
talvez
não vais se lembrar,
de quem gastou 
seu tempo 
deitada ao lado...
Andei 
lembrando de tudo...
isso que fiz 
com você, 
sempre 
parece algo
perdido,
esquecido,
passado,
Meu desgosto 
passou...
escrever com tinta 
saturada 
deste sentimento,
desabafo.

sábado, 29 de abril de 2017

Comovo-me

Comovo-me em excesso,
pela natureza.
Acho medonho alguém
viver sem paixões.
Graciliano Ramos

Photos

Rebel

Sunset XX

O sol se põe 
como
uma bola amarela
no horizonte
vermelho...
Mágico 

tão
fugaz some 
na montanha.
Logo 
com
o anoitecer, 
segue
um 
um 
crepúsculo cintilante e dourado
sobre o vale..
os campos 
a cor do amor 
e mistérios.
Foi o mais belo 
de todos 
os momentos,
Seis horas..
Outono e frio
São coisas no alto..
São o que são..
Que as conhece,
nem todos
Enquanto à vista
o campo anoitece..
Quem as conhece,
Depois do sol..
o firmamento
dourados
de sombras,
escuridão
que vem..
Pelo campo 
que anoitece.
Enfim...
olho a vida 
assim,
num 
pôr de sol,
num
crepúsculo

We're Not What We Appear To Be.

Não 
somos 
apenas 
o que 
aparentamos 
ser. 
Não me toque, 
posso lhe dar 
uma picada...
Somos seres,
com
uma
imensidão
mistérios
riscos 
e perigos.
A única verdade 
é esta...
Eu gosto de 
muitas coisas de
Freud,
que para muitos 
é algo meio
confuso,
ou que Freud
é
uma estrela cadente,
a
a outros até 
já caiu. 
Esta não é uma verdade..
Mas que ele faz por você...
Talvez nada.. 
O ser humano 
continua a ser 
Belo e Insano. 
como uma aranha 
na foto,
Nós 
não
somos
tudo
que 
aparentamos ser, 
talvez
piores,
mas 
podemos 
ser
melhores.
Na 
psicanálise, 
Freud
demonstrou
que
acabamos 
por 
descobrir 
quem somos 
de verdade. 
Aquilo
que passamos 
por uns 
tempos fingindo 
ser,
ou o 
que não 
somos.
E, durante a busca 
por essa descoberta, 
junto
com o analista
que nos vai 
levando 
pelos caminhos 
do inconsciente,
das nossas
ambíguas relações entre 
o amor e ódio,
a amizade e o amor...
...
161 anos
No dia
6 de maio foi o aniversário de Sigmund Freud nascido 
em 1856. 
Faz mais 
100 anos que Freud escreveu muitos de seus livros e artigos inovadores 
sobre a mente humana
explorando e teorizando 
sobre sonhos, 
cultura, desenvolvimento 
da infância, 
sexualidade e saúde mental. 
E enquanto algumas 
de suas teorias têm sido 
desacreditadas, 
muitas idéias principais 
foram confirmadas 
e ainda são relevantes hoje, 
Eles são um roteiro para dicernir sobre
nossas mentes e seus rúgidos
e ainda são úteis e aceitos
de uma maneira ou de outra,
por todas as pessoas educadas, 
que lidam com as questões de 
autoconhecimento e 
motivos humanos.
Freud conta uma história que 
poucos de nós querem ouvir..
Nós não nos conhecemos. 
Nós realmente não sabemos 
o que nos motiva ou 
porque 
fazemos o que fazemos.
Nossos pensamentos 
conscientes
são apenas a ponta 
do nosso
iceberg mental, 
ainda
algo obscuro.
Words
Photos
Rebel.

I'm not What I Appear to Be. II

Não somos
apenas o 
que aparentamos 
ser...
Sim..
Somos mais...,
Somos mais,
porque
somos também além 
de que lembramos 
somos aquilo que 

esquecemos, 
somos palavras 

que trocamos, 
somos

os 
enganos que 
cometemos, 
somos

somo 
os impulsos a 
que cedemos, 
sem querer.
Bem...
Não sou o que 
pareço ser,
acho que 
sou melhor...
Não,
não vou
me arrepender, 
de dizer isso.
...
O ar 
aqui 
tá,
é frio..
Arrepia, 
mesmo 
no outono...
Logo ai,
saio da 
estação
de Tangará 
e vou embora.


...
Um 
caminho 
cheio 
de 
asfalto 
algumas 
pedras 
mas
a estrada 
está sendo renovada,
antes 
passo no 
cemitério 
onde 
estão meus 
avôs enterrados.
...
Há 
os 
fluidos 
até 
sons 
que 
são 
tão tristes, 
este 
é 
o clima 
que exala neste dia
de frio de final de abril.
Bem 
Tangará 
agora 
é só lembrança, 
passei no 
cemitério de 
na 
Gruta de 
São Marcos...
rumo à Videira
...
Mas
ainda
menino 
não
era
apenas 
medroso 
com a 
morte..
e não foi sempre,
foi até os 8 anos,
a vida teve um assombro, 
por isso, 
um dia,
acabou.
no dia que 
perdi minha irmã.
Muitas coisas a vida 
tem para ensinar, 
de forma violenta...
como um fórcéps, 
...é assim brutal
mas mantém
a vida...
muitas 
coisas da humanidade 
acontecem
assim, 
nen tudo é
suavemente, 
colocado para nós.
7:39 foi a hora 
que sai de casa.
..
Chegando em casa..
12:00.
depois 
de meia 
hora de asfalto, 
e enormes 
Montanhas,
sei que 
não vou
desmoronar,
por isso..
todos os lugares,
onde me lembro dos mortos..
é um mar de reflexões..
desde o tempo que 
era uma criança
inocente...
A vida segue,
nem
tudo é a mesma coisa,
em 2017, 
somos menos 
inocentes e 
mais 
desiludidos,
com
muito 
menos crenças
com 
a humanidade 
e a vida. 
..
Photos, 
Words

Rebel