Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Tudo era apenas uma brincadeira

Queimou-me os olhos 
ao  sol,
até cegou-me na luz,
do olhar 
profundo,
por momentos,
o branco, 
azul, 
vermelho,
a natureza mais forte
deste mundo,
meu olhar surpreso 

fascinado.
Tons, cores,
vejo agora 
o tempo,
que tudo 
isso se fez.
Arde-me os olhos,
mas vale assim 
diante da beleza,
o belo envolve 
a alma, 
as mãos  
que mais sabem fazer
uma carícia...
um click na minha câmera,
por  estradas planas
e sentir medo do abismo,
vou de amanhã...
vou de tarde.... 
vou ver o céu à noite,
à toa, por gosto...
olhar as estrelas,
lá estarei...
Feliz..
tudo nos olhos,
amigo,
feliz é 
aquele que
encontra 
algo assim, 
é aquele 
que escreve
ou apenas 
transcreve
um verso.
Sobre 
uma árvore
ou um 
pé de arbusto.
Feliz 
é aquele 
que renasce
depois 
do acidente.
Esse sim 
pode ser feliz.
Feliz é aquele, 
que 
tem gente que o
quer muito bem.
Guardei-me 
para dizer
algo como um segredo...
que eu mesmo desvendei
há praias, há mato, há rios,
há  flores na minha vida...
por onde andei,
além do riso 
e do olhar...
sonhei com tudo.
Se olhares  o céu à noite, 
verás estrelas...
Gostarás de olhar,
como 
eu gosto.
Não há sonho 
em demasia,
menos máquinas, 
mais afeto
e doçura.
virtudes, da vida.
Adoro pessoas assim
com muito senso 
de humor
não deixa a vida muito
monótona.
Erga  os olhos,
sua mente, 
será mais aberta,
desejos...
emoções... 
numa química pulsante,
a inspirar mentes e corações..
A levar emoções... 
a contemplar 
a magia deste mundo.
"Tudo era 
apenas uma brincadeira
e foi me absorvendo,
com o que 
não sonhei um dia."
Se algum dia 
estiveres triste,
olhe o sol,
o dourado...
depois 
o azul do céu,
ou verde da montanhas, 
pense no que és

no quanto és importante

verás que acima de tudo
alguém
que tu não conhece
fez tudo isso, 
mas sentes 
a fundo
e te ama. 

Words
Photo
Rebel 

Caetano em 1968.

Começou a tocar Caetano..
era 1968 no Festival da Canção. 
E meu Deus, como
Caetano, canta lindamente. 
Ele quer só cantar, apesar de tudo, 
que cante, porque é lindo demais...
não..acredito que vaiem.
Começou a tocar Caetano. 
E meu Deus, como
Caetano, canta lindamente. 
Ele quer só cantar...
não..acredito que vaiem.


Onde os Ricos são sempre bem-vindos.

Green and flower
Neste time...
não cabem...todos.
Os que viajam...

na imaginação 
e gostam de ficar  silêncio 
e na contemplação...
lugares que reúnem 
natureza "pura",
a mata virgem... a cachoeira, 
onde há uma conexão..
homem...natureza
um ambiente"
e pouca gente..
Sabe que acho 
quem compartilha..
o silêncio,
a contemplação 
é que nos deixa sábios.
Detalhe nada contra ninguém..

apesar de  o mundo da web,
ser hoje  um lugar"ridículo"...
muita demagogia... 
porque isso faz muitos 
se sentirem 
mais inteligente...
Fico longe.. 
destes papos caretas, 
banais do redes sociais..
comuns..
Mas o que encanta mesmo 

são as 
"atitudes"  
e ais estamos voltando ao mundo real...
que se deve ter..
cada um.
Não  aceito qualquer..papo..  
Gosto de papo.. coisas reais..
parecer inteligente não basta.
Sou contrário a marqueteira frase de 
Cezar que dizia: que não basta sua esposa ser honesta..
precisa ..parecer honesta.
Sendo já basta.
Quer saber a lista dos que se acham  
inteligentes têm..
Qualquer um desses "bem de vida" 

acha que que pega bem... 
o amor aos animais...
muitas vezes em demasia...
Há o mundo dos 

que se acham chiques 
assim este é o mundo 
dos bem de vida..
ou ricos, que gostam de parecer..
e que nada são...
esse é mundo de gente que se acha inteligente...
tem só bens materiais,
que não estudou...
e não estuda.. 
e tem uma visão não 
muito crítica do mundo...
Cínicos assim na realidade,

não inteligentes, 
vivem em qualquer lugar.
Dinheiro é  

o que  consegue  bancar amizades...
e o faz "mais inteligentes"... 
que os outros..
ao seu ver...
A HIPOCRISIA ROLA SOLTA 

Ricos são sempre bem-vindos..
em todo lugar.. 
e os "inteligente" que não fingem jamais 
que não gostam de dinheiro.
Essa gente é descoladíssima.

Mas o que me encanta mesmo são as "atitudes" 
sempre com um papo cabeça 
na pota da língua...
Quer saber a lista de encantos...
Disney...e Orlando 
Ah..
Nova York  
não é tão legal quanto Miami..
"e são os Estados Unidos o melhor lugar do mundo".
Olhe sempre para um ponto no horizonte....e diga que concorda que pagar direitos sociais...
aos pobres...
é ultrajante..
que é um "reacionário",
ou  de"esquerda" 
mesmo que você aceite  ou não,
sustentar alguém 
que não seja você mesmo ou sua família...
Somo um país..de mais pobres que ricos.


O ser avermelhado no horizonte.

Olho o horizonte..
O Sol, 
de presença suave.
O horizonte largo e infinito..
O avermelhado do Sol..
se anuncia o partir, 
lentamente,
num céu rubro.
A claridade é pouca...

Mas um dia 
sem a luz do sol 
é como,
é...
No meu fim de tarde,

cores mudam..
a luz da manhã

muda...
nada mais lindo,

do vermelho
brilha.
brilhante
os azuis não

se fundem
no entorno,
à noite 

os vermelhos
iluminam aos que se 
perdem,
sentem
mas o sabor da noite..
flores permanecem

menos brilhantes,
e os brancos não s
e tornam luminosos...
Olho o horizonte..
O Sol, 
Hoje..
Sempre há algo
que se traduz em cor..
Hoje, não um dia qualquer
na vida, 
mas um dia comum.
De excepcional, esse dia
só tem o sol.
Enquanto a luz 
orienta os homens
para mudança, 
a escuridão da noite
aqui pequenos fragmentos
do que passa na minha mente...
Um olhar de desejo..
ao sair na rua...
depois de ver 
uma torneira vazando,
inoportuna no prédio.
A intimidade 
do meu apartamento próprio,
porem despojado, 
poucos móveis
ou decoração.
Ao reaparecer, a noite
traz comigo o passado, 
na forma de vivências afetivas 
e de experiências políticas
e, de quando em quando, 

olhado,
na casa paredes nuas, lá embaixo... 
na estreita varanda...
os carros que passam. 
Um olhar de desejo..
ao sair na rua...
depois de ver uma torneira vazando,
inoportuna no prédio.
A intimidade  própria 

é meu apartamento,
porém despojado, 
poucos móveis
ou decoração.
Ao desaparecer, 

a Luz traz consigo,,
só o presente..
o passado, 
o futuro,,
que nada..
só agora. 


Ao tempo foi entregue.

Esse pequeno ser
que vive na minha 
alma humilde
e  sem ilusão maiores, 
se defronta com um
mundo consumista...
quem pensa que tudo na  vida é
isso,
engana-se,
algo que nos levará
ao inexorável fim.
Mas
há  simplicidade,
há humildade
há de ser pequeno,
para ser grande
na jornada da manhã,
Há  um ser 
que olha de longe..
as mazelas do
mundo moderno,
do consumo, 
como um furacão
nos assola. 
Tatuado na minha alma
há  estes atributos 
e
isso me deixa mais
esperançoso,
num o mundo que
se acha demais, 
só é mortal,
todos...
até
quando o destino comum
bate as portas, 
e como quando no vento,
a folha de outono
que tem um chega. 
um fim..
foi seu tempo,
é varrida
o tempo a estação lhe 
impôs um fim,
nada mais além do outono,
levando ao vento 
e ao frio  

voando seu fim, 
por ai,
Só um  vinho descendo 
na garganta
preenche meus dias de solidão
e
previne a tempestade
que depois as vezes 
me toma na insônia
minhas horas da noite
tem sido assim...
um vinho para aliviar
as tempestades
e a insônia
Todas as manhãs,
talvez não saiba
mais os fantasma que vivi a noite
ou é amnesia que toma
a pensamentos
que na mente 
vagueiam  na noite
Neste mundo imperfeito
foi, talvez, 
um bicchierro de vinho 
sangue forte,
e um sorriso desleixado no
café da manhã,
nascimento para a alegria
de um dia cobiçado,
o olhar em frente a 
o céu  de encontrar
o meu rosto, 
na manhã
espalhando outras palavras
que estava
em seu canto da mente
do inquieto até o coração se
a bater incessante,
Uma vista do horizonte germinar
reflexões de anos,
e piscando na beira de uma estrada
dia recompõem a vida,
depois de uma noite turbulenta, 
é assim que um dia, 
encontrei minha menina mulher
Hoje, aquela senhora
que as vezes bate
na minha porta no domingo
olhando para aqueles extravios que
se estendem no quarto desarrumado
Um bom dia na verdadeira mão,
 já com sua 
rugosidade.... 
Hoje o mesmo  cara avistou o horizonte
mudou suas roupas,
sentiu  um pouco mais velho
e não através de mim
como o tempo quando os meus olhos vislumbra
hoje no meu ombro sente o tempo 
e não sentir as costas o passado
crepúsculos, dias que se foram
No  meu ombro,
meu olhar
para além
mistura de orgulho e nostalgia,
porque essa mulher
não dorme mais junto 
ao peito,
Hoje dá-me o sorriso das
profundezas da sua alma,
Hoje  eu queria, 
cheirar 
um perfume
de uma mulher
em quem..
no tempo no tempo...
não como um amigo...
mas como um ser especial...
que volta 
a meia 
me visita...
Words
Photo
Rebel.


Brasil um pais Estranho, onde o Futuro Nunca Chega

Sobre a atual situação política 
e econômica do Brasil.
a verdade, a única coisa 
que é estruturada é o crime contra o pais.
Falta estrutura para tudo, falta seriedade.
Então, começa essa coisa do Brasil 
ser o 'país da corrupção', 
do 'desemprego', 
o 'país da desesperança'. 
Diz que Dilma.
"Eu sou sempre otimista. 
Eu não acho que somos o país da desesperança, não", 
"Acho que o país caminhou muito nos últimos anos. 
Acho que temos uma crise, sim, 
mas, para mim, 
uma coisa muito importante que se chama 'inclusão social', 
a chamada luta contra a desigualdade. 
É claro que precisamos estar com uma economia equilibrada. 
Mas a gente teve muito isso nos últimos anos. 
É um ponto que fala de maneira muito determinante".
Sem grandes líderes..
o pais do lucro fácil,
cheio de tentações comuns
e atalhos...
Temos a companhia...
de coisas assim.
São , só evitadas com cultura forte. 
E cultura é aquilo que você faz 
quando ninguém está olhando.



quinta-feira, 30 de julho de 2015

Cada passo.

Grandes mudanças 
ou apenaum pequeno 
desvio de percurso...
eis uma opção na vida...
a cada passo...o passo seguinte.
Há um momento que é clara esta ótica,
de ver a vida, 
uma mudança da cor..
em casa.. 
um móvel novo..
ou mudar rotina...
novos rumos..
novas opções de trabalho 
e por ai vai...
então mudar é uma escala...
que é crescente...
Ontem mudei a cor das salas da empresa, 
mas isso não basta, preciso mudar mais..
ai vem a vontade de mudar os rumos...
novo local, novas atividades..
novos focos...
terei sucesso..
sei que mudar não pode ser  um acaso...
por vias acidentais e independentes, 
saber que  vias acidentais 
e independente não podem ser..
Uma questão é que a cidade 
se tornou insuportável pelo numero de carros 
e estacionar onde estou hoje,
não esta fácil...
a cidade...
cresceu muito...
evitar carros, motos caminhões, 
transito pesado, estacionamento difícil..
bem ai está o lados 
menos problemático da mudança...
ou pequenos desvios.
Voltando a mudar mais....
o momento é corrigir o que está errado....
sou um cara que reavalia sempre os rumos da vida.
Se não está, bem um problema, a mais....
e superado um problema a menos...
Escolhas devem ter sempre um objetivo..
o bem estar..a felicidade.
Sou um...crítico...
enveredando para algo mais radical..
sei que:
o meus conhecimento...
sobre a conexão de vida atual 
tem um estilo predatório e consumista..
e um fato, eu gostaria de me livrar disto...
e fazer algo a nível local tb...
............................. a vida tem isso,
estou dizendo que é essa a sua vontade...
de mudar..não é que vou conseguir..
Sou ousado, não é?
Por outro lado....
Eh bom estar atento.. 
para acordarmos em cada dia mais feliz....
se um dia temos em mente algo que soe mal demais 
e sugira que é tarde demais para fazer algo, 
teremos que pagar...
um preço por isso.
Talvez o que há de tudo que 
eu mencionei dentro do meu íntimo...
está a necessidade...
esta ousadia...
esta disciplina...
esta obstinação...
de não ser conformista, 
ou acomodado.
E mais posso fazer é porque 
escolhemos sábia 
ou racionalmente..
meus passos neste dia assim...
pensando..refletindo...
em plena Porto Alegre... a foto.

Sombras de um belo passado..

"Sombras de um belo passado"..
Não é uma autobiográfica.
Mas sim algo relacionado 
aos anos
em que vivi em Iomerê.
Eu gosto muito da cidade 
"Entre Videira e Pinheiro Preto
está Iomerê". ..
Geograficamente 
e na minha vida sentimental...
momentos deliciosos 
da minha vida passei lá..
que vida...era.
Foi lá um momento mágico 
da vida...
levei a vida de coroinha do 
Padre Gemelli,  
Tropeiro...seminarista....
açougueiro etc.... 
"Grande Gestos 
de bondade de amigos 
eu tive lá",
me fizeram alçar voo....
de Iomerê para Curitiba.
responsável
das minhas 
mais bem sucedidas..
mudanças de rumo,
Iomerê com mil habitantes.. 
fui morar a cidade Curitiba, 
com 300 mil, 
em 1972.
Era um momento duro, 
o Brasil da ditadura, mas a vida 
para mim, 
mudou muito, 
melhorou muito.
Fui de Iomerê, para
Curitiba...
o melhor colégio, 
uma bela casa, 
cinemas, esportes etc..
Havia uma difícil relação 
com meu m pai...
de quem cuido 
e observo o 
que digo
para evitar um mal-entendido 
com meu passado..
Mas as vezes tudo se resolve com
uma explosão de risadas:
"Depois de tantos anos", 
não pude deixar de rir...
as vezes,
isso ajuda a evitar os..
ressentimentos 
e certas artimanhas
e certas..
reminiscências do passado
digamos somem assim.
Examinando..pessoas que
se surpreenderam com
a mudança minha para
Curitiba, muito deles 
me acompanharam.
Quando eu volto a Iomere..
vez por outra ou um após o outro,
momento, os semblantes à minha volta
se iluminam e desatam em risadas.
Nos rostos das  mulheres e dos homens,
uma centena de delicadas rugas,
que franzem suas faces e queixos..
a cada risada,
sinal que  o tempo é implacável
e são cicatrizes deixadas pela
batalha da vida, mas traços que
aprecem com muitos risos,
e belas lembranças".
Por fim, no último relato, 
relembra ontem na saída de Caçador,
meus tempos de Tropeiro,



 nos  anos 70 e 71,
vendo um capataz da Fazenda do Pedrão
ou Pedro Melo,
no Horizonte, que o tempo  teima em
não deixar para trás...
e um Tal de Joimir um capataz da foto


A fazenda Rozeira, com z,
será rememorada
em breve para que ELA readquira 
contornos um tanto mitificados
na minha mente,
" do seu Rio  azul e límpido 
e de sua Relva úmida"
traz bons momentos dessa
"existência estranhamente real,
liga o passado, 
meu presente,
meu futuro".