Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Vamos

Vamos em algum lugar 
onde ninguém 
sabe o nosso nome ....
Let´s go...

Corpos e almas

Os corpos, quando distantes
Aguardam pelo encontro,
Quando se aproximam...
Realizam-se.
Para quem nunca amou...
Não procure entender a alma
Lembre-se:
Os corpos se entendem..
As almas, jamais!

O sol assim todo dia

Quero sim, o sol assim todo dia....
não desejo a ninguém 
os rigores
a fúria de um ambiente 
maltratado.
O encanto e as vezes 
os espanto, 
e que possamos acordar...
sobre a dramaticidade 
do aumento
da frequência 
de eventos climáticos
extremos
e o retrocesso 
na política ambiental, 
a nossa realidade.                                                 

Proibição

NÃO SE PREOCUPE..
EM ENTENDER
tudo sobre os desejos,
talvez,
porque toda proibição
verdadeira,
parte de nós mesmos.
Pensando bem...
Um mundo nosso,
não é
isento,
de algo que não se toca 
ou de algo sagrado,
ou de repressões,
elas só existem quando
nós mesmos as construímos.
Isso ocorre quando amamos, 
e se
descobre que  um grande amor,
o amor de sua vida,  
é um caminho longo, 
pedregoso, 
cheio de abismos, 
significa riscos,
para realizar,
então
não é fácil.
Cada pessoa cria,
nela própria,
obstáculos ao amor.
A verdadeira proibição, 
é a que pega mesmo,
é toda proibição 
que parte de nós mesmos.
Que tal abrir a porteira...
liberarmos os desejos...

O sol dos montes

O sol dos montes.
O sol das tardes,
Ali a luz..encanta..
A luz da  cachoeira.
A luz do lago..
A luz da sacada da minha casa
Em Iomerê seus pinheirais
A estrada quase  sem luz,
o farol do meu carro,
na solidão da tarde
A luz da tarde que quase se foi.
A luz da manhã,
 a sombra,
o arco íris,
a paz.
 os ventos,
a hora que estou fugindo
dos raios da esplanada.
no fim de tarde com os meus.
 A noite incerta que vem,
o sol que vai.
 A luzes  da cidade
 A solidão na mata.
 Os cipós e as trepadeiras,
a luz se vai..
 A noite vem
 O sol dos montes
 E desce  devagar,
como fugindo da montanha.
o horizonte doura-se,
a noite me guarda,
para inspirações divinas
agora na
 CIDADE,
as luzes da cidade,

----------
PHOTOS
REBEL
WORDS
REBEL.

SUNSET

                                   A Beleza, a Elegância..
 

Lentamente vem a noite
Devorando a luz mágica.

 
pôr do sol no seu melhor
momento..
Incendiando os céus
nas animadas ondas
Coloração intensa avermelhada
sua perfeição gloriosa.
 
uma parte do céu onde
o dia chega
ao fim com a beleza
do meu pôr do sol

Vendo a montanha e o lago,
tem algum tempo
para sentar e pensar

Como se o pôr do sol ligam
os dias com as noites
Sentado à janela vendo o sol se pôr.
vê-lo novamente,
e que vai voltar..
no final...de outro dia.
 
 
 
 
 
Photo
Words
Rebel