Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 30 de novembro de 2014

Ciclo torturante

Satisfação...
Efêmera 
e há 
o tédio, 
novos desejos, 
a vida é 
um ciclo torturante,
se repete 
a vida,
toda,
somos todos, 
um ser 
um ser eterno
e insatisfeito. 

sábado, 29 de novembro de 2014

Silêncio

A falta de palavras.
a falta de música..
a falta de gritos.
a falta de cores.
sem vozes,

sem assobio do vento.
sem qualquer coisa.

Descansando,
observo cada folha,
de cada árvore,
em cada ramo.

imagino o surgimento 
de flores 
sobre o ramo.
O silêncio é vital
na vida de todos ...
O silêncio é meu som
E o silêncio é o silêncio.
O silêncio é isso, mesmo
Pensar onde amor se esconde

num mundo de ódio.
do alto vejo,
uma rua cheia de gente...
uma planta,
fincada na Terra..
O Silêncio
está sempre aqui...

EU SOU.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Regar prazeres

Palavras,
proferidas
com tantos desejos...
no escuro da noite.
os olhos quase cerrados.
Teus lábios quase
a  falar..
Agora existe você...
e teus lindo lábios....
quero escutar de vez
os teus apelos...
Pois bem!
o melhor vinho imaginável
em nossas taças!
Que queres que eu faça agora...
Direi..
Sua presença em minha vida agora,
é como a brisa doce de um fim de tarde.
na Primavera florida..
Tu como as flores a me embriagar de perfumes e cores.
Volto a teus braços, 
e se já infiel eu fui,
pensei, talvez, que houvesse uma pessoa..
com que findasse minha busca antiga...
Fiel me foste e sempre me esperaste,
me amas
me deixa o corpo em chamas
meus sonhos
continuam os mais insanos,
Não preciso jamais sedar minha alma..
a alma que sente,
consente..
a regar prazeres...
sabores,
odores ,
chegadas..
a manter a alma lavada
como o orvalho das manhãs...
do sempre amar. 

Tudo isso é tão fugidio

Tudo isso é tão fugidio..
Não adormeces..
Não ficas para o café...
words: rebel

Contradição

Contradição..
Contradições..
Se ideias, crenças e memórias se revelam incompatíveis...
como apaziguar o conflito...
Podemos  ter até um prazer secreto..
como fazê-lo....
Nós seres humanos não suportamos esta dissonância cognitiva, chamada contradição. 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Este velho mundo melhor

Apenas o amor 
que torna este velho mundo melhor.. e de pé...
E agora há você...
Agora eu sei, 
que o amor é tudo...
Na luz da manhã..
Na luz da tarde..
Agora eu sei, 
que se olhos brilham..
mais...
Não espere a noite..
para me abraçar...

Isso, que exploda o mundo

Eu posso ser Zen,
mas o mundo
tudo é muito louco,
Pede-me calma?!
Não !!...
Roda ,
roda tudo velozmente...
e eu quero parar...
eu quero deitar...
mas tudo continua...
os males  estão ai,
circundam...
motos ensurdecedoras,
carros ruidosos,
caminhões poluindo
com seu escapamentos negros
Há roubos e mortes...violência por ai.
mas eu queria fechar os olhos...
cada dia à cada dia...frenesi
e a sensibilidade a toda prova...
te
teimo em não notar..
não quero...
dói os ouvidos
e
cantarolo...
preciosidades minhas, como
I like a rolling stone...
With no direction home... 
só o mundo é assim tudo banal...
pra maioria
 das relações,
só assim...
as vidas aceleradas
e tantas...
outras vidas abdicadas...
 o tempo escorrendo entre nós...
e eu escrevendo,
muitos rindo da...violência
das crueldades, preconceitos, ...
futilidades, abstinências, ...
os analfabetos e desgraçados
 é isso...por estes quero que
exploda esse mundo!!!
antes eu quero descer
eu vou ficar aqui, sendo zen...
foto rebel e texto rebel

Sombra e a luz

"O que é a vida de um homem?"
Esta é a luta da sombra e a luz...
É uma luta entre esperança e desespero,
entre a lucidez e fervor.
Estou do lado de esperança,
mas esperança conquistada,
lúcida, fora de qualquer ingenuidade." 
Aimé Césaire.

Cautela

Corajoso e arriscado
ou mais racional, 
prudente, sem loucuras..
Não faço qualquer coisa 
para despertar brilho nos 
olhos de que lê.....
Dá, sim, para arriscar mais, 
para ousar mais. (...)ao escrever... 
Apressar o passo..na vida.. 
não levará ou trará o apocalipse. 
E em tudo..
excesso de cautela, 
terá sempre outro nome : covardia.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Sossego

O Dourado no horizonte
do pôr do sol,
já anoitecia no caminho,
pela montanha, 
penso nas vida rotineira..
precisamos de sossego e
de alguma mexida....
Mas....
A vida tranquila aqui...pede sossego.
A atitude mais inteligente é chegar em casa,
parar de correr atrás do menino sapeca 
que fui... 
e que este tempo que se foi, sempre leva 
vantagem sobre os meus passos atuais,
mais lentos..
São perguntas que se dissipam 
no tempo que passa,
sentindo tocar o vento frio...
observando tudo do alto..
Continuava a celebrar a beleza 
da montanha.
do sol que se ia,
do vento, que soprava
com som musica,
da natureza prodiga,
do encanto,
dessa simplicidade..

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Man Ray

Em lugar de pintar pessoas,
comecei a fotografá-las,
e desisti de pintar retratos 
ou melhor, 
se pintava um retrato,
não me interessava 
em ficar parecido.
Finalmente conclui que 
não havia comparação
entre as duas coisas, 
fotografia e pintura.
Pinto o que não pode ser fotografado,
algo surgido da imaginação,
ou um sonho, 
ou um impulso do subconsciente.
Fotografo as coisas q
ue não quero pintar,
coisas que já existem.", 
por Man Ray.
fotógrafo, pintor e anarquista .
nomes importante do movimento 
da década de 1920..
morreu em 1976.

Sob a Luz do Sol

Photos Rebel

ENCONTRO DA FAMILIA REBELLATO - XAVANTINA 13 E 14 DE MARÇO 2010

JOSÉ, REGINA, TERCILIA MINHA MÃE,
COM ANTONIO NO COLO, MARIA INES E LUIS
BELA LEMBRANÇA,
Esse tempo
FAZ MUITO TEMPO,
Por trás deste jeito de dizer algo,
tão comum,
que carregamos muitas coisas,
em nossas mentes e corações...,
"VOLTAR"
sugere que se olha o passado,
focado nas afetividades,
nos seres humanos que  convivemos desde então,
na infância em diante,
e que  avançar
num tempo muito rico em sutilezas
chamado passado,
e
se chega a um tempo que não se vê perdido,
apesar de todas inconstâncias da vida
e que havia neste,
"o nosso tempo",
um tempo,  nostálgico agora,
a   este tempo que se
remete nossa mente,
a uma fase da vida é tão rica.
Se desejada, 
é como retornar o olhar
para a existência
de um modo de vida,
que não há mais hoje.... 
que confrontado com o nosso atual tempo, 
há coisas lindas no passado,
duvido que as de hoje,
valham tanto,
quanto aquele tempo.
Se não houve, algo maravilhoso ,
que eu tenha vivido
por que tanto a pena,
por que vale pensar em voltar em nossa mente,
mas não há explicação para esse mistério.
Tudo bem que não há como resolvê-lo,
não vai mudar os nossos destinos,
o meu destino,
mas imagino que histórias da alma,
das virtudes dela, expostas assim há uma
certa generosidade a lembrança deste tempo
de inocência, abrigo, pureza, não se perguntava,
onde e com que ser pródigo..
O homem que tem alma, sabe bem o que  é tudo,
o que vive e significa algo,
mas há coisas mais significativas que outras.
O passado sempre é um fator
provocador das profundezas da alma humana
é ..
somos gratos a tantos...pais, avós e parentes,
sempre um tema fascinante.
Por outro lado, a relação "Mãe e Filho"
e
"Pai e Filho", irmãos, primos, tias.
Eu sempre achava que merecia um pouco mais,
que os outros..
irmãos..
algo tão comum.
A gente vivia entre irmãos
e primos por matos
e gramados da redondeza,
havia todo tempo para brincar
de tabuinha como semelhante
ao surf de hoje..
e
nos encontros as avessas,
brincadeiras radicais como subir árvores, 
pendurar em galhos
e
a vida a se desenvolver,
um a um,
a partir desses fatos 
e a subjetividade de alguns.
Lembro de um período que tinha tanta energia
e
ter por isso emergido tanta coisa,
graças a vivacidade, obstinação, 
Com entusiasmo de crianças e ficamos jovens
cheios de vida e sonhos, adultos de sucesso. 
Mas os momentos trazem também uma atenção a personagens..
aos quais a ficção ou a sociedade de consumo hoje não costuma dar muita atenção...
Os piás...
era como nós éramos chamados.
Agora aos 50.. dedicar um olhar especial,
para fatos vividos
e
há tanto tempo,
vividos nos meandros da infância,
há na inevitável curiosidade física
e mental deles nossos comparsas nesta fase da vida.
Ter emergido como,
"Histórias Minhas"
reflito os meus encantos e emoções,
de um menino que agora está mais maduro.
Me lembro de quando ficava doente
e
ficava a ouvir o tique taque incessante
do relógio na parede do quarto, a saber a hora do remédio, 
na cama onde me recuperava
junto com companhia da mamãe e minhas irmãs.
Em idades assim
quem vive numa área rural
na companhia de irmãos
espera acamado o retorno
de uma melhora,
como menino sapeca que era,
enquanto encarava o tratamento
do Dr. Antonio de Tangará
com teimosia  e
a iminência de burlar o tratamento.
Você volta a este tempo e projeta vida pra frente
e
a memória trás de volta,
como parte de um único movimento.
No entanto, a vida era tranquila evita-se muita coisa por miséria mesmo,
as nuances da vida era com recursos desse lugar,
em que me encontrava..
A Vila Bressan. 
A meu favor, conta com a figura
de um ser tão humano quanto vivaz. minha mãe. 
A infância é um estado físico, com seu tanta ingenuidade amoralismo..
e de acúmulo de vivências,
que sobram
e também vivenciados em tão de pouco tempo.
Pq em 1963 mudamos para Iomerê
e ai acabou todo o tempo bonanças e pq era essencial,
os gestos, uns diálogos,
a companhia dos primos,
a vida vadia e um formidável passeio pela natureza,
no qual fica evidente que busca,
como meus pares algo vivido
com tanta grandiloquência.. acabou.
Na época já uma garota me encantava,
dentro da ingenuidade vivida por mim
e passo a olhá-la por todos os lugares,
e não tinha noção que cada vez mais a levava a ser constrangida por estas situações embaraçosas
e provocadas
mas tudo isso é só lembrança do  menino de então precoce...
Não é preciso dizer mais,
que tudo levava a me apaixonar.
Eu era um jovem estudioso,
que tinha muita sede de saber
que espera me tornar eu próprio um religioso.
Após o incentivo da mãe,
quando eu decido me entrar num Seminário,
onde aprimorei ainda mais seus estudos.
Lá chegando, porém, eu conheço
a subordinação
a disciplina maior. .
Estas coisas em Curitiba
em 26 de Fevereiro e 1972 sentia..
mudaram para sempre a vida minha.
A ai começa a melhor  fase  que iria culminar com a formatura em 10 dezembro 1982 em Pelotas
A vida cheia cheio sutilezas.
O sentimento de tudo vale pena,
quando a alma não é pequena,
em nada  se contrapõem
com a vida de hoje.
a vida que levo..
E a vida se desenvolveu
um dia a partir desses momentos..
agora um dia eu retorno escrevendo..
COMO EU QUERIA VOCÊ DE VOLTA, era tudo que pensava no encontro da família Rebellato.

Viajo pelo meu olhares

Viajo pelos meus meus olhares...
ao horizonte..
Penso na generosidade..
que desafia tanto, 
me pergunto, onde 
e com quem, ser pródigo, 
nos próximos segundos. 
A vida desafia..
a segurança material e emocional...
nos dá mais liberdade.
Ousar.... 
é bom..
Quantas vezes..pensei assim..
Jogue-se um pouco mais e aprenda...
quebrei a cara também.
Sábado bom para pensar...
Seguindo...
uma direção segura...  
e muitas possibilidades novas de engajamento...
Quanto vento...
sopra tanto..
no alto e curva os caules e as lindas flores de alcachofra....
nada mais que algo diferente 
e distante do meu cotidiano, 
mais entusiasmo. 
Novos interesses sempre surgirão...nesta bela região.
Com o Sol exuberante 
eu inspirado..
Trabalho as vezes não traz tanta empolgação..
não vai deixar você infeliz subir um morro...por isso.
No verde..e no alto..
vida alternativa e a liberdade e seu ritmo é mais empolgante e criativo. 
Por ser alto e amplo, arejado,
um local de inspiração..essa consciência é mais aguda, aqui também.
Começa agora a fase do ano em que você se abre para o que está a sua volta. 
O clima  de Natal..
um olhar melhor 
No remanso, junto à natureza e sem mais explicações objetivas, 
com o ar inspirador e com a  alma mais leve.. tem tudo a ver com meu jeito de ser...
uma opção gostosa, divertida e essencial para um fim de semana..

domingo, 23 de novembro de 2014

Olhar

Permita que eu feche
os meus olhos,
pois é muito longe
e
tão tarde!
Pensei... 

que era apenas demora,

e cantando pus-me
a esperar-te.
Permite que agora 

emudeça:

que me conforme em
ser sozinho.
Há uma doce luz
no silencio,


dor é

de origem divina.
Permite que eu volte
o meu rosto
para um céu maior 

que neste mundo,

aprenda a ser dócil
no sonho como
as estrelas no seu rumo. 

(Cecília Meireles).

Dormi.. pensando
no poema..
ato continuo
acordar
com espírito sereno,
Acordar..
É 
O sol,
já alto
e
pleno..
dos raios de luz 

do sonho puro,

do..Sonhador.


Liberdade

No mundo de hoje, as pessoas 
se sentem aptas como nunca, 
a contestar a tradição 
e decidir por si mesmas 
a que grupos irão pertencer. 
Isto é, se quisermos, 
é uma das definições de liberdade.