Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Uvas e figos

Ah, essas domésticas janelas,
apesar do verde..
deixam a mostra os figos e as uvas
Os figos e  as uvas começaram 
a escurecer 
e..
um 
por um,
insistem
em 
despencar..
na minha boca..

Liberdade

Liberdade de voar num horizonte qualquer, liberdade de pousar onde o coração quiser.
Cecília Meireles.

E ela não passava de uma mulher... inconstante e borboleta.
Clarice Lispector
 

Essencial

Conte-me, 
que será dos  nossos anos, 
descubro a cada fim de ano..
que terei menos tempo..
Confesso que vivi muito...
e intensamente 
Continuo..desejando 
como,
aquele menino..
displicente, 
gostava de frutas..
até  o caroço. 
Sei lá ,
quem acha que controlamos algo,
bobagem é tudo ilusão,
não controlamos coisa alguma.
A vida é uma dádiva,
 pode ser mágica,
trágica às vezes..
Tolero mal 
mediocridades...
egos inflados. 
invejosos, 
gente que acha que tudo é sorte..
gente que acha que tudo  tem preço,
desconhecem,
talentos..
detesto megalomaníacos... 
conversas intermináveis de assuntos inúteis..
Tolos,
quem se liga em idades cronológicas,  
tolos narcisistas  ou seres de mentes imaturas. 
Repudio desafetos..
Aspirações politicas, poder,
é tudo bobagem..
Não venha com rótulos, 
Ainda minha alma tem pressa... 
Sem muitas pitangas na bacia,
Quero ainda ter ao lado 
gente humana, 
muito humana..
que sabe rir....
não se pode esquecer de rir..
ou
quem se  encanta com o verde..
Caminhar em busca
e
perto das coisas que importam 
e pessoas de verdade.. reais.
Quero o amor absolutamente honesto..
que jamais será perda de tempo. 
O essencial..
Basta o essencial.. em tudo.

SILENCE

APENAS UMA RUA
O meu silêncio não é
um silêncio qualquer,
é o silêncio da rua cheia pedras,
é o silêncio do villarejo antigo.
É um silêncio cheio de cores,
cheio de flores,
e sobretudo de respeito à
natureza.
photo
words
rebel

AMARGO

RED
A
paz...
pode
vir
de
um
silêncio,
que
é
amargo,
mas
seu
fruto
doce.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Butterfly

  Você olha....
uma borboleta... 
Fiquei sem reação...
Quando olhei..
a beleza bate os
olhos,
Bateu forte..
Senti alguma coisa,
Foi uma emoção,
Será que dessa vez..
é..
 Estes animais,
Tem o poder de encantar...
o meu olhar 
o meu pensamento..
 Esperei por esse momento.
 é uma forma de felicidade
 o olhar...
 A fotografia de borboletas,
pela rapidez do vôo,
 por algo incerto.
A incerteza  do foco..
faz enxergar num procura
algo que se move,
rápido .
Palavras.
 eu gosto,
 do reflexo do shot feito
 imagem feita, real,
logo imagem perfeita,
Paixão é isso..
Photos
Words
Rebel

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Na janela

Abrir a janela,
para ver,
pedras da calçada,
lavada da chuva de ontem,  
as árvores, 
flores também.
No inicio ao fim da rua,
Pessoas vêm,
Pessoas vão...
Sentem a brisa,
Sorriam
a pensar,
a saber,
buscas,
reflexões,
dúvidas que cercam
a todos.
A vida existe assim,
confino meu olhar
a verdadeira
beleza
que da rua,
é dado a ele,
este belo lugar..
ah a via da vida
se aprende,
 olhando-se onde a rua
começa,
olhando-se para
o fim rua,
o longo andar
de quem passa,
a cidade de meu olhar 
do começo ao fim, 
a cada instante,
cada momento assim,
é único..
 No vento da janela,
o ar tranquilo,
Invisível, delicioso
 
Suave, amoroso,
já tão quente verão.
A vida boa,
a vida verdadeiramente humana, 
sinto assim nestes momentos, 
pequenos momentos.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Mother. horse.and Child horse


Mother. horse.and Child horse, upload feito originalmente por *...REBEL..*.
Doce intimidade..
Os dois..animais..mãe e o cavalinho..
Passei horas..
esperando o registrando de perto
o cotidiano dos animais..
Valia tudo, o momento, íntimo.
O resultado é..um momentos doce
e surpreendente.
"Tenho um lado..
maternal"..
de preservar da vida..
coisas que são surpreendente falar hoje..
talvez não vai.. 
desaparecer..
Eu..sei que não teríamos outro jeito de conhecer..
momentos assim senão a curiosidade..
ou a generosidade da fotografia...
Ao mesmo tempo em que fotografava..
meus interesse em conhecer de perto essas duas figuras..
animais..
mas que cheguei a admirar tanto...
por momentos.
Uma coisa muito bonita..
e tão interessante..
Todos nós temos nossas pequenas..
admirações..
A vida deles também..

é algo dedicação..da mãe a ele...
ou será ela..

Tempos estranhos

Nosso Futuro..
Difícil é prever.. 
 é o inesperado.
Se o medo lhe tira o sono,
tira o meu,
 também....
 O caminhar está  sendo pesado..
São tempos estranhos.
Nunca deixa-se de ouvir 
 seus ecos..
e dos outros.
Ai se descobre a falta 
de direção do mundo
falta de certezas,
isso atrai o temor,
risco.
Melhor  estar despertos 
ai nos sustos
ai será nosso,
 de olhos bem abertos,
mais que um pesadelo
de outros..
nossos são os
medos,
as coisas são assim.
O  momento  da humanidade,
é de incertezas..
vive-se
uma  vida ruim, 
do ponto de vista ambiental..
mas moral despenca a cada dia.
Não, não.. 
espere que a situação piore...
nós podemos modificar
individualmente,
pouca coisa.
O problema é que a profecias 
acontecem.
o mundo é  um lugar,
Inseguro
Inibe-se.
E ai mais incerteza.
mas tem
esperança de cada um,
  da mudança,
ou velhas ideias..
mundo,
melhorará ou piorará,
A troca de ideias enriquece,
como facebook, 
web,
mas a sua 
homogeneização, 
superficialidade
que há no mundo.. 
empobrece,
as idéias.
em se tratando de opinião...
Toda ideia..
assim,
toda unanimidade é burra
O desafio será reinventarmos
nossa natureza tribal.
Será que podemos,
 (ou queremos)
 viver sem bandeiras...
Se não aprendermos a respeitar
as nossas diferenças,
criando uma atmosfera de troca
de informações
e culturas,
o sonho de um mundo melhor,
 pode se transformar
num pesadelo,
 nada utópico.
ou você as absorve, 
"as nossas diferenças"
 a um maior
ou menor grau
ou você se rebela e se fecha
ainda mais,
reagindo agressivamente à
qualquer tipo de "intrusão".
O mundo Árabe..
o Judeu,
o Europeu,
a América,
alguma profecia não,
 é o mundo real,
 que tudo parece explodir,
 é este um mundo de
incertezas..
ou melhor..
independe de como você olha  
e pensa
 este é o mundo..
 de tempos estranhos.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Um vazio imenso

Esta noite amor
Pensei mais em ti
Abri os olhos
para olhar entorno, 

não havia você
O mundo não era assim,
como sempre foi...
Um vazio imenso,
um espaço sem fim.
Pensei apenas, 
amores nascidos,
amores terminados,
felicidade e
 dor
pessoas,
vão da não dor..
a dor..
e...
agora,  
não te vejo mais,
o silêncio do quarto
me perco,
nada sou,
esta noite,
o teu calor ausente.
um momento,
meu mundo parou.
A noite.. mais sombria
O dia
Sei.
Ah...
apenas o dia virá.

A Vida É um Romance,

Talvez devido ao fato,
 de ter histórias, 
poemas
 que dizem respeito, 
ao prazer, 
ao tempo, 
aos sentimentos,
a mim próprio.
um instante ...
de reflexão...

domingo, 26 de janeiro de 2014

REFLEXÕES SOBRE A MORTE

B.W.REBEL
Matar..NÃO É 
a vocação central da medicina..
Se há vida há esperança... 
Um amigo... morreu...de algo incurável..sim..
Então..
Confuso? 
Não..não.. esteja,
UM DIA CHEGA SUA VEZ..TB..
Um paciente meu morreu em 1982.. 
num quarto do  do isolamento..em Porto Alegre..
E ainda hoje, lembro..
Não...Não é possível repetir a experiência...
não moro mais lá..e não atendo doentes teminais
Falo de morte, não de sua causa..dele...
Experimente...pensar..nisso...
e depois almoçar... comer uma maçã..
Imagine assistir alguém morrer...
e almoçar..comer uma maçã é bem diferente...
Também há algo que me acompanha..deste episodio...
Uma reflexão sobre a morte mais palpável.
Era uma intratável infecção..
em um diabético..
expandiu pelo seu corpo.
A morte tornou-se inadiável.
Em um momento..o paciente..contemplou as paredes do quarto e disse..
Eu não vou mais travar um duelo com a morte..eu sei que vou..um dia temos que ir.
Crepúsculou assim sua vida...
A forma como um e outro encaram o fim...
varia..no meio Médico...
Não.. as dores eram insuportáveis... 
a  medicação era morfina e bem que funcionava.
O que a gente fazia..
Haverá melhor forma de amaciar a dor antes da cortina descer de vez..
A morfina é uma lenda..
nestas horas.
Eis a minha posição sobre doenças terminais..
uma bela dose de morfina resulta, em  adormecer da dor
para que o corpo, e seu tempo, até que parta para onde vamos só..
vamos..e todos sabem, que é assim..
vc  sabe...
Mas uma sociedade civilizada deve ser uma sociedade de cuidados paliativos.
Doenças terminais ou incuráveis,  resta mais os cuidados  com o bem estar.. para a viagem final..
Ajudamos as pessoas a nascer....
justo será  ajudá-las também a morrer...
com menos dor..
é um sentido belo do ponto de vista médico.
A medicina serve para curar doenças, 
mas quando não é possível...
amenizar a dor..consolar..
Eis o papel do médico.
Somos homens e os homens são falíveis.
E que colocar nas mãos de um médico diante da possibilidade que tudo vai terminar..é algo corajoso na vida..
Pode ser, em muitos casos, preferir um padre...
nada mais macabro, quando vemos um médico à nossa frente...diante de um estado assim..
Sim  há algo digno nesse adeus crepúscular...
apenas uma dose de morfina..
mas tem sempre algo similar hoje...
Não há nada..mais diante da Morte.
* e foto e pesquisa rebel

Lutar

é preciso lutar contra isso...
consumismo...
morte do planeta
Ora parece uma frase nada sábia, 
como elogiar minha frase na camisa,
que acho ter custado pouco..muito pouco,
até agora ao homem, 
que "o valor das coisas..
como a natureza por ai
*a maioria..das pessoas*..
...pouco importa"...
outros a natureza é de muito valor.. 
Ora parece ingênua  esta mente..
"oh, eu detesto essas coisas"..
aquecimento..poluição...consumismo...
Ahhhhh'..
Talvez, porque seja só uma pessoa comum...
E, por falar em mim
Tudo é ao mesmo tempo tão  real, 
ou como uma poesia, tem um sentido abstrato. 
Nós morremos um pouco todos os dias.
destruindo...
Como um corpo...que vai perdendo a vitalidade.... 
Nós mudamos..ou a natureza nos muda. 
Não é uma morte grande, a cada dia. 
são várias pequenas mortes..
cada pássaro, cada arvore...cada ser que vai..
"Mas, olha, eu não temo a morte do planeta, 
não. 
Estou muito longe das decisões...ainda para pensar nisso"...
mas é preciso lutar contra isso...
acho sim.. que para futuros habitantes da terra...
mas somos tão pequenos no universo....
A Terra estaria perfeitamente bem sem a gente, 
mas a gente, sem a Terra, não conseguiria sobreviver. "
(Marcelo Gleiser - físico brasileiro)

Tudo passa

 Avida é efêmera,
 as coisas, 
 os caminhos,
 levam
 para
 impermanência

Flores do mal

Teu ar, teu gesto, tua fronte
São belos qual bela paisagem;
O riso brinca em tua imagem
Qual vento fresco no horizonte.
 A mágoa que te roça os passos
Sucumbe à tua mocidade,
À tua flama, à claridade
Dos teus ombros e dos teus braços.
 As fulgurantes, vivas cores
De tua vestes indiscretas
Lançam no espírito dos poetas
A imagem de um balé de flores.
 Tais vestes loucas são o emblema
De teu espírito travesso;
Ó louca por quem enlouqueço,
Te odeio e te amo, eis meu dilema!
 Certa vez, num belo jardim,
Ao arrastar minha atonia,
Senti, como cruel ironia,
O sol erguer-se contra mim;
 E humilhado pela beleza
Da primavera ébria de cor,
Ali castiguei numa flor
A insolência da Natureza.

 Assim eu quisera uma noite,
Quando a hora da volúpia soa,
Às frondes de tua pessoa
Subir, tendo à mão um açoite,
Punir-te a carne embevecida,
Magoar o teu peito perdoado
E abrir em teu flanco assustado
Uma larga e funda ferida,
E, como êxtase supremo,
Por entre esses lábios frementes,
Mais deslumbrantes, mais ridentes,
Infundir-te, irmã, meu veneno!

Verão

Em 30 anos, só o 1º mês do verão de 1997-98 teve tantos dias com temperatura máxima acima da média como este verão.
Os primeiros 30 dias de verão (iniciado em 21 de dezembro) foram mesmo mais quentes que a média.

Doce Lembrança

Ninguém pode ser..
ou pode dizer....
Viver é uma inquietude....
As vezes é necessário,

parar e parar para refletir...
sobre aquilo que que nos consome..
que nos toma,
é o refletir um excelente exercício para mentes

em constante evolução..
fecho os olhos lentamente..

a tua doce lembrança...
me acaricia..

sem me tocar..
uma delicadeza sem fim..
de seda...

macios pensamentos..
que vem deste sentimento..
A verdade é as minhas palavras....
A nobreza desta sentimento..
Deslumbrado que fico....

espero assim ficar..
permanecer...
Quando estou só..

assim...
por momento esqueço de tudo...
menos de você...
não estou verdadeiramente só....
Veja..

assim viajo..
leve...
com você,
sem ideias antes formadas.
Penso em silêncio..

Será que somos dois lados de um ser....
de uma alma...
Pois eh meu pensamento está longe...

vendo o sol..
nascer,
minhas palavras  se iluminam

colocam você perto....
doçura é o verbo viver

sábado, 25 de janeiro de 2014

RAIN

Os pingos da chuva..
romântico...
eh bonito..

mágico....
Chuva que cai lá fora...

trás carinho...
A vida ganhando um encanto maior,
tudo no silêncio..

quebrado a cada gota que caia..
Eu sinto assim vendo a rosa..

nada mais além.
Toques suaves e as vezes nem tanto
Apenas uma rosa, me dá este prazer
Se não fosse voce não teria prazer assim..
num dia de chuva
a rosa, suave e a chuva que cai
e as pétalas...

acariciadas
pelas gotas da chuva

I need you


Você me encontrará no meio,
da noite e dirá...
Eu preciso de você!
Como um ser precisa de chuva;
Você sabe, eu preciso de você.
Acho que vou começar tudo de novo;
Você sabe, eu preciso de você.
Como o inverno precisa da primavera..
Você sabe, eu preciso de você.
Só de saber que você estava pensando em mim.
Então me veio, vc na mente
Que eu estava sentindo culpado;
Por cada história imaginada por mim sobre mim.
Sobre mim, sobre mim.
Nós costumávamos rir.
Nós costumamos chorar.
Nós costumávamos arquear nossas cabeças
e
Imaginar por quê?
Mas agora você veio em minha mente e se foi
Acho que vou levar adiante;
E fazer o melhor do que você deixou para mim.
Deixou....algo doce...doce mesmo..

Olho a bela rosa

É sobre relacionamentos entre homens 
e mulheres,
Belos como a rosa..vermelha 
e seus espinhos..
e por que são tão belos e difíceis....
Amor é a bela flor,

é a dor...
a não dor...
Olho a flor.
Meu olhar é um olhar inconsolável.
Amar escancaram momentos tão íntimos, 
sem pudor nem rodeios
Personagens,
dramas..
Há o espinho que se vê..
e não se vê..
Amar é o melhor lugar para emoções..
É sempre um embate
entre a autonomia 

e a dependência.
Liberdade
e amarras...

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Sonho que sou


Sonho que sou ..poeta.
de
inspiração pura
perfeita,
nem verso só, 
uma imensidade.
um verso, que tem claridade,
espelha a alma profunda e insatisfeita..
Sou Alguém
de cá neste mundo...
realizando grandes sonhos.
Sem aquele saber vasto
e profundo,
Quanto mais olho céu,
mais vou sonhando,
mais no alto,
ando voando..
não sonho mais...
ai...não sou nada...
photo
Rebel