Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

THC

O tetraidrocanabiol (THC), composto químico com propriedades psicoativas presente na maconha, tem a capacidade de matar neurônios em desenvolvimento. Mas seus efeitos não param por aí: a mesma substância pode salvar células neurais de adultos com a doença Alzheimer. É o que aponta um estudo recente feito por neurofarmacologistas como Veronica Campbell da Faculdade Trinity, em Dublin. Ela e outros pesquisadores trataram ratos recém-nascidos e ratos jovens com o THC. Em ambos os casos os neurônios das cobaias morreram. Os mesmos efeitos, porém, não foram notados em neurônios retirados de animais adultos.A maconha – assim como o tabaco e o ópio – causa fortes efeitos no cérebro, pois alguns de seus componentes apresentam semelhança química com substâncias que existem naturalmente no corpo humano, os endocanabinoides. Esses compostos são responsáveis por regular importantes funções cerebrais, controlando sinapses e circuitos neurais que processam o pensamento e a percepção. De acordo com alguns estudos, essas substâncias produzem efeitos no cérebro e também no sistema imune, como regulação do desenvolvimento e auxílio à sobrevivência de neurônios jovens, e ainda o controle da ligação neuronal em circuitos envolvidos nos processos cognitivos e de fixação de memórias. A pesquisadora suspeita que fumar maconha durante um período da vida em que os neurônios estão se desenvolvendo afeta sinais químicos críticos.O massacre de neurônios jovens causado pelo THC pode explicar os prejuízos na aprendizagem notados em crianças filhas de mulheres que fumaram maconha durante a gravidez. Além disso, pesquisas com adolescentes que abusam da droga mostram danos cerebrais nos circuitos neurais em desenvolvimento. Em cérebros mais velhos, entretanto, o THC parece ter um efeito protetor. As descobertas da pesquisadora indicam que a bioquímica dos neurônios muda com o amadurecimento das células. O papel dos endocanabinoides se altera em diferentes funções e passa a ajudar a sobrevivência de neurônios mais velhos. Em pacientes com a doença de Alzheimer, o THC pode proteger as células cerebrais contra a morte e reforçar os níveis perdidos do neurotransmissor acetilcolina que, quando reduzidos, contribuem para que a função mental de pacientes seja enfraquecida. A substância também suprime o efeito tóxico da proteína a-beta que, em casos de demência, pode matar neurônios e promover a secreção de um catalisador do crescimento neural, além de diminuir a liberação do glutamato (neurotransmissor excitatório) capaz de matar neurônios em casos de demência. O THC também possui ações antiinflamatórias e antioxidantes que protegem as células neurais do ataque do sistema imune. Apesar de tantos benefícios a substância pode causar efeitos colaterais indesejados no cérebro. A maior dificuldade para os cientistas é a de isolar os ingredientes benéficos da maconha e desenvolver drogas que possam ser aplicadas em doses apropriadas e específicas para a idade de cada paciente. Veronica descobriu que os efeitos positivos do THC são vistos quando a concentração do composto é menor do que a encontrada na própria planta. “É uma questão de balancear baixas concentrações da substância com uma boa margem de segurança”, explica. Drogas sintéticas similares ao tetraidrocanabiol já estão disponíveis, como o Sativex, que contém THC e outros canabinoides e foi aprovada no Canadá para o tratamento de dores em esclerose múltipla e câncer. A maconha é uma mistura complexa de compostos químicos com propriedades psicoativas e contém cerca de 60 canabinoides distintos. O desafio é tentar separar quais são importantes para proteger os neurônios, ecoando a visão de outros pesquisadores para esse fato. “Dependendo de como a planta é cultivada, a proporção relativa dos diferentes tipos de canabinoides se altera”, finaliza Veronica

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Sequência da praça

árvore da praça
Além de belas flores Estou

sempre atrás de uma bela árvore


na praça

na praça




imagens da primavera

Não há truques
. Quem passa a olhar algum tempo percebe,
depois, que é uma tomada legal..
Há fotos que expostas que convulsionam o olhar, eu picoto com um texto
e as imagem em raios de luz.
"não há o néctar da ideia, sem nenhum acolchoado técnico,
uma sequência nua de estímulos."
fotos e palavras que se encaixam
outras que não se encaixam
"Isso significa que há fotógrafos, há imagens, e há lugares
como aqui onde eles podem torna-las fotos”,

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Uma noite a mais

um céu tão escuro, uma noite a mais
"Não se preocupe comigo.
Estou apenas andando pela cidade".

sábado, 26 de setembro de 2009

natureza humana

O menino loiro cresceu
"O texto, a foto faz uma exposição sobre a emocão,
a expressão humana
"A palavra é nossa maior expressão",
a maior expressão da fotografia, exprimir um momento
Pros olhos e a visão,
Quando há luz..ou quando há pouca,
A não ser que a sensibilidade é demais,
mas com a curiosidade que,
vem de longe,
QUEM QUER VER E SE INTRESSA
interesse pela expressão da vida interior
Venha de trás".
do sentido,
é um dos sentidos
sombras e reentrâncias, até profundidades do ser
Certos toques ou fotos representam um tempo,
um tom intimista
certo tipo de sentimento momentâneo,
Temos uma vida que nos é dada
e precisamos fazer alguma coisa com ela sisuda


O menino cresceu e vive a buscar respostas.

E eu sempre tive uma enorme curiosidade em relação à vida.

Tenho certeza que que nunca terei entendido a natureza humana,

mas não vou deixar de tentar...nem numa foto

Ficção

Na Ficção, como na indústria de sabão, nada se perde e tudo se transforma.....Há um livro..Clube da Luta", em que a fábrica de sabonetes..usa como matéria-prima a gordura roubada de clínicas de lipoaspiração , cujas pacientes são dondocas que acabam comprando de volta a própria gordura na forma de sabonetes. Umas narrativas corrosivamente engraçadas 

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

o belo na natureza

o belo diante de nós
Sabe que eu pensei comigo..
o meu modo de sentir ou modo de viver,
me deixou pensando...
então veja..Viver...
É ter consciência da realidade estar acesso nos cinco sentidos.
mas acima de..ver ou enxergar com os olhos bem abertos......eu olho a natureza assim..
há tanto por ver agora na primavera,
estes ypê*grafia do tupi.....
por exemplos, da minha rua,
em meus pensamentos.
E nós somos oque pensamos..dai vem tudo oque escrevo
E convenhamos..é esse é caminho legal de ver tudo que está a frente.
belas arvores....tem algo que irradia e volta... e para atrair é preciso irradiar.
Essa é a força da plantas que representam a vida...
deixar a gente de bem com a gente..
Ai podemos ver na vida mais beleza, alegria e perfume
em uma simples flores, ou de plantas que tem flores
Ai sentimos da vida com mais beleza, sentimento, alegria, bondade
e
a possibilidade de escolher....
sem dor, sem sofrimento, sem maldade..
podemos enxergar claro...tudo isso.
A vida eh assim uma "escola".
Durante a nossa "experimentos", ganhamos mais senso de realidade...
a natureza nos ensina isso. Basta olhar.
eh assim que podemos...simplesmente, VIVER!!!
melhor..este viver assim,
melhor para mim..
eu sei que sempre temos ....tempos sob signo do..encantos e segredos..ou de algo silencioso em nós
mas o meu é esse que leva a desejos convenientes, de curtir a natureza,
é uma virtude...a mais minha.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

GINÁSTICA MENTAL

para exercitar a mente
Faça palavras cruzadas.
Mas mude de nível porque o cérebro adora ser desafiado
Aprenda um novo idioma

Monte scrapbooks, aqueles álbuns de fotos cheios de penduricalhos, com imagens recentes e antigas

Antes de sair de carro, responda qual o seu destino (anotando ou mentalmente), lembrando o nome de ruas ou ponto de referencia pelo qual terá que passar;

Liste o nome das personagens da novela ou do time de futebol (incluindo o adversário)

Durma bem. O sono ajuda a manter a memória em dia

Visite os amigos, filhos, vizinhos com frequência.
O contato entre gerações estimula o cérebro
Faça exercícios físicos que lhe deem prazer

Bom dia..

Agora é vinhos Italianos..que me garantem um bom dia...hoje....a menos...
O sul da Itália continua ganhando espaço no mundo dos vinhos finos. Dedicadas tradicionalmente à produção de goles comuns, as províncias vinícolas meridionais são berço hoje de alguns dos grandes rubros do país. A pioneira foi talvez a Sicília. A Puglia é outra que enveredou no caminho da qualidade. A região ocupa o salto da bota que forma a península italiana. Tem clima seco e ensolarado, cepas peculiares, como primitivo e negroamaro, e terras mais baratas que as tradicionais do norte. Os ingredientes têm atraído tanto gigantes quanto pequenos produtores que miram nos vinhos de ponta. Um deles é a Azienda Alberto Longo. A casa, de Lucera, no norte, tem 35 hectares de vinhedos e uma moderna cantina. Dela, saem vinhos com vigorosa expressão de fruta. E eles acabaram m de desembarcar no Brasil. Branco de uvas falanghina, o Le Fossette 2008, intenso no aroma e no sabor , de paladar denso...ou um tintos, menção para o Primitivo 2007, elegante e macio, unindo frutas vermelhas e especiaria, na faixa de R$ 55 a 85).

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Ternura

se querias me encantar e seduzir...
agora conseguiu.... que lindo...seu jeito
"Escuta, eu não quero contar-me o meu desejo.
Quero apenas contar-te a minha ternura Ah!!!!


terça-feira, 22 de setembro de 2009

Ciclismo com estilo







Eu sou

sou um ser q vibra
e
q se emociona,
e
q se arrepia,
e
q se decepciona,
e
e
q ri,
e
q chora
e
q tenta se aperfeiçoar,
e
se burilar
e
evoluir...
e,
acima de tudo... amar...
Sinto q tenho interesses comuns
e,
como sempre digo,
por hora,
o q podemos fazer
é continuar escrevendo,
sejam situações cotidianas,
sejam situações do nosso íntimo.

impossível não haver insatisfações na vida profissional

Um assunto negro pra alguns, e para outros que veêm beleza em todo lugar até no trabalho
Nem Proust, nem Sêneca.
O assunto é mais mundano: o trabalho.
E "Os Prazeres e Desprazeres do Trabalho"
tem pessoas que vivem dizendo a frase: "Odiarei você até minha morte. ..em relação ao trabalho;
Observarei você com interesse eu" (felicidade não com a desgraça de muitos)".
Outros diziram "você é um idiota". Ninguém saberia...oque cada acha do trabalho"
Fechado esse capítulo, vou dizer pq deste assunto
"Os Prazeres e Desprazeres do Trabalho" o livro, não sou escritor é que dei uma olhada.
De Botton busca os significados de vários ofícios. Em um episódio, segue a trajetória de um atum do oceano Índico até a mesa de uma família em Bristol (norte da Inglaterra). Um trecho descreve o desespero de um pescador que golpeia com um porrete a cabeça de um peixe de 50 kg. "Cretino, você já viveu o bastante", diz. Era o primeiro atum que ele pegava em oito dias e seis crianças o esperavam em casa.


1. Bem sobre a importância do dinheiro na felicidade no trabalho?
Veja oque o autor do libro disse> Dinheiro é uma forma de amor. Não adianta alguém dizer "gosto muito de você". Apenas quando você ouve "ok, vou lhe pagar 1 milhão de libras" você sente que é necessário. É difícil compreender que você é importante quando é mal pago, mesmo se disserem que você é ótimo.
2. Sobre Felicidade e trabalho podem conviver? DE BOTTON respondeu sobre a pergunta é se amor e trabalho podem estar juntos. Minha resposta é: sim, na teoria. Existem pessoas que são felizes no emprego, mas são uma minoria. Não há razão, em tese, para que você seja infeliz no trabalho, mas há várias, na prática, para que a vida no escritório seja difícil. Se o cara que senta ao seu lado é um idiota, você vai odiar o trabalho, por melhor que ele seja. É impossível passar pela vida profissional sem pelo menos uma série de insatisfações, questionamentos e crises.
O capitalismo moderno sugere que os seres humanos são apenas commodities, mercadorias que se pega e pelas quais se paga um preço. Mas há uma grande diferença entre pessoas e algodão ou petróleo. As pessoas podem cometer suicídio.*refe-se a uma onda de 23 suícidios em uma empresa..
Você contrata uma pessoa inteira, não apenas um cérebro ou um braço. Isso precisa ser reconhecido pelos capitalistas.
Bem no mundo mundo globalizado, conectado e high-tech, e todo mundo está em ação.
Nota deste Blogueiro.
O prazer..no trabalho é importante e sentar, ouvir e observar como as pessoas se entem como tudo funciona. Os seus medos e pensamentos.
Aquie não se trata de psicanlista ou um padre no confessionário.
"Não suporto mais é uma palavra forte mas que se houve por ai..e que nã quer ver as vezes um pôr do sol..abraçar uma árvore, ver preciso de um pedaço de natureza". abaixo e acim uma mostra..fotos..rebel

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Na minha..rua.tem

UMA ROSA
UM CIRCO
UM RIO
UM CÃO

Stressados relaxem

Os tempos são difíceis...significa que trabalhar muito e mais muito mais para manter suas obrigações... E, quanto mais durar a vida dura..e quando será que ela vai cobrar do bem-estar e há maior a necessidade de combater o estresse.
Sobreviver a tempos mais difíceis quando, passa-se um ano inteiro sem renda...que tinha antes... "Bem eu sempre estive acostumados a uma vida dura....se houver uma experiência assim me dá uma certa perspectiva...é oque digo as pessaos que passam, dificuldades..Nã se deve esquecer de viver..passeiar pelo bairro..caminhar..andra de bike...precisa escapar de vez do stress.. é a melhor terapia"."Você não pensa em mais nada e, quando sai por ai, se sente revigorado", para limpar a cabeça e colocar um sorriso no rosto. Então posso voltar, pronta para enfrentar qualquer situação...e um relax assim nós praticamente esquecemos tudo sobre o mundo. Realmente ajuda."Diante dos muitos desafios, "é uma questão de vida ou morte" monitorar e mitigar os efeitos da ansiedade relacionados ao trabalho, ajuda donos a administrar o estresse. As situasções de vida dura, as pessoas tendem a negligenciar a própria saúde na luta para encontrar e manter seu padrão de vida..e vc consulta médica e deixa de ir à academia. De repente despenca e não sabe por quê."

Ciclismo urbano, com estilo


"Uma mulher ou um homem andando numa bicicleta igualmente elegante -essa é a nova arte de viver",


domingo, 20 de setembro de 2009

autos

NO DIA Mundial Sem Carro, 22 de setembro, leio no site www.nossasaopaulo.org.br) visam chamar a atenção da sociedade sobre os graves problemas causados pelo modelo de mobilidade adotado nas cidades que privilegiam o transporte individual e o automóvel. Nesse modelo, o trânsito das cidades brasileiras ocupa um tempo precioso de todos os que nelas vivem, estudam e trabalham..Com carro ainda ficamos expostos a um trânsito totalmente poluído, causando tumores e inúmeras doenças respiratórias e cardiovasculares. Além do custo em vidas, os impactos operacionais e financeiros no sistema de saúde causados pela poluição são imensos. No mesmo sentido, é importante lembrar que o setor de transportes é responsável por 15% dos gases que causam o aquecimento global e a mudança climática. O diesel e a gasolina consumidos no Brasil estão entre os piores do mundo, e a indústria automobilística fabrica motores menos poluentes apenas para exportação. Nos acidentes de trânsito, morrem cerca de quatro pessoas por dia na cidade de São Paulo -44% pedestres, 18% motociclistas, 9% passageiros ou motoristas de autos e 3% ciclistas. Para mudar esse quadro, não faltam exemplos e propostas: dar prioridade absoluta para metrô, trens e corredores de ônibus; estabelecer políticas para facilitar e incentivar a locomoção por bicicletas; melhorar a qualidade do diesel e da gasolina e incrementar o uso de combustíveis mais limpos; comercializar no Brasil automóveis, ônibus e caminhões com a mesma tecnologia menos poluente que a indústria automobilística utiliza na Europa e nos EUA. Cabe à sociedade convencer os governos a priorizar, acima de localizados e poderosos interesses econômicos, a qualidade de vida dos cidadãos.

Carro

Quando esta segunda chegar, estaremos prontos para ocupar o lugar que nos cabe...sempre..
Agora vindo da bike estava pensando..como são graves os problemas causados pelo modelo de mobilidade que privilegia o transporte individual e as motos é o automóvel.
comemore dia 22 dia mundial sem carro

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

BIKE

O trânsito infernal, ruas violentas, da prepotência e agressividade reinantes, dos acidentes com mortes, do descaso total das autoridades públicas e da alienação dos responsáveis por gerir tráfego, o número de pessoas que resolvem investir na bicicleta como transporte urbano e se dão bem com ela - está aumentando muito rapidamente aqui em Joaçaba e no oeste. E não só porque a bike é mais prática para distâncias curtas, não gasta muito espaço, economiza muito dinheiro de combustível e impostos, não paga estacionamento, gera mais sociabilidade com outras pessoas no trânsito, exercita coração, pulmões e músculos e enche as pessoas de endorfinas geradoras de alegria. Não só por isso. eu prefiro estas bike race
Hoje, ciclistas equipados estão por toda parte, e onde há um é muito fácil ver outros.Também diversificou-se o tipo de bike que circula pelas ruas e avenidas. Nos anos 90 houve uma explosão da mountain bike e imitações vagabundas de mountain bikes, as quais são quase exclusivamente o que ainda hoje se vende nos supermercados. Nas ruas atuais, a maioria ainda usa mountain bikes e imitações.

Mas também pela comunidade de ciclistas que está se formando, todos trocando ideias, roteiros e dicas, apoiando-se, encontrando-se, formando grupos, criando amizades, interconectando afinidades.
Se você se tornar um fanático pelas duas rodas - ou mesmo se não se tornar fanático, mas se acumular muitos e muitos quilômetros de pedal -, vai começar a entender a intimidade do funcionamento da bike.
O pessoal que vejo nos novos passeios urbanos e nem nos passeios patrocinados por lojas, dos quais não tenho participado....

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sozinho estou aqui,
e sinto a natureza,
na quietude da manhã,

na beleza do jardim do prédio,
das nuanças do céu, no nublado do dia !
Da vida deveria esqueçer tantas amarguras,
a ingratidão atroz das criaturas,
o peso sufocante dos compromissos de gente grande !
Eu vivo assim num mundo diferente,
julgando o humano ser inconsequente,
em busca de algo bom que não vinga !
Será que as fibras frágeis do destino,
impele o meu ser a viver ASSIM
até que meu eu, esteja down
estou só e é isso que interessa,
porque sozinho eu não tenho pressa,
e me devoto ao recolhimento...
O pensamento meu deixo seguir,
buscando a paz que ele quer sentir,
na harmonia do conhecimento !
Fecho os olhos e sinto ao corredor subindo,
neste silêncio cada degrau
há uma presença amiga que me assiste...
Algo que apenas pode ser sentido,
seria alguém com o meu perfume preferido,
e não permite mais que eu seja triste
!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

QUEM É QUEM

ATEU Aquele que nega a existência de Deus ou de qualquer outra divindade
AGNÓSTICO Acredita que não há evidência de que existe nem de que não existe Deus ou outras divindades
CRISTÃO São os grupos religiosos que identificam Jesus como o Messias ou Deus encarnado. Exemplos: católicos, protestantes e cristãos ortodoxos
ESPIRITUALISTA Há duas definições para o termo. Pode ser alguém que acredita na existência do espírito, mas que não se compromete com nenhuma religião histórica. Ou ainda, as religiões reencarnacionistas como o espiritismo
PANTEÍSTA Creem que tudo o que existe é Deus. É a divinização de toda a natureza
DEÍSTA Acredita que existe um Deus ou criador do Universo, mas não acredita em nenhuma religião

Subindo na vida

No meu tempo de Universidade as pessoas, buscavam a universidade, para fins de conhecimento e sabedoria e atender suas inquitações em relação ao mundo e assim "conhecendo" o mundo, atendria uma utopia comum da época que é " transformá-lo" e ascender socialmente...na maioria dos casaos nã era prioridada numero um.
Hoje a maioria das pessoas (alunos e professores) usam e buscam a universidade não para "conhecer" o mundo, mas sim "para transformá-lo em ferramenta de seu uso estrito" para ascender socialmente.Os revolucionários, ficaram para os anos 60, aquela pessoas que entendiam o mundo e lutavam pro ele pensando melhor e hoje esta assim....("criando o mundo que eles acham melhor") e burgueses (interessados em aprender informática para "melhorarem de vida") se dão as mãos.Este pode ser mais individualista do que o outro, mas ambos fazem da universidade uma tenda de utilidades.Para mim não faz muita diferença, para a banalização da universidade, se você quer formar gestores de negócios ou gestores de favelas.
Nenhum dos dois está interessado em "conhecer" o mundo, mas sim "transformá-lo".
É claro que nos gestores de favelas o espírito selvagem pode funcionar tão bem quanto entre os gestores de negócios.
A obrigação da universidade em produzir "conhecimento de impacto social" é tão instrumental quanto produzir especialistas na última versão do Windows.
O utilitarismo quase sempre ama a mediocridade intelectual.
Falar uma verdade: a mediocridade funciona.Ela gera lealdades, produz resultados em massa, convive bem com a estatística, evita grandes ideias. Enfim, caminha bem entre pessoas acuadas pela demanda de sobreviver.A instrumentalização é quase sempre outro nome para utilitarismo. Isso não quer dizer que devamos excluir da universidade as almas que querem ser gestores de negócios ou gestores de favelas -elas é que excluem todo o resto.Precisamos dos dois tipos de almas, e cá entre nós, acho que os gestores de favelas são moralmente mais perigosos do que os gestores de negócios. Como todos nós, ambos irão para o inferno, a diferença é que os gestores de favelas acham que não.E a asfixia burocrática? Ahhh, a asfixia burocrática! Esta contamina tudo e em nome da democratização da produção e da produtividade da produção.A burocracia na universidade nasce, como toda burocracia, da necessidade de organização, controle, avaliação.Não é um sintoma externo a busca de aperfeiçoamento do sistema, é parte intrínseca ao sistema.
A pressão pela produtividade proletariza tanto quanto a pressão pela carreira.Soa absurdo? Quer mais?Em nome da transparência da produção, atolamos esses indivíduos de classe média na burocracia da transparência e do acesso à produção universitária.Enfim, a "produção" asfixia a universidade em nome de uma "universidade mais produtiva, democrática e transparente em sua produtividade". Estamos sim falando da passagem da universidade a banal categoria de indústria de conhecimento aplicado, e sob as palmas bobas de quem quer "fazer o mundo melhor". Tudo bem que queira, mas reconheça sua participação na comédia.
Kafka, o grande KAFKA, em seu conto "Um Relatório para a Academia", já colocava um ex-macaco, recém-homem, fazendo um relatório para os acadêmicos.Ali ele já suspeitava que a academia continha algo de circo ou show de variedades. Hoje sabemos que isto já aconteceu.
releitura do artigo de L.F. Pondé folha de saopaulo de 14.09.09

Arvores e Flôres na primavera

flôres e árvores foto by rebel